Como Criar um Aplicativo Android: 12 Perguntas Frequentes de Iniciantes

Sempre recebo muitas dúvidas por email ou no WhatsApp (31) 8268-1143. Resolvi recentemente agrupar essas dúvidas por temas. E o primeiro tema que consegui agrupar, foi justamente o mais recorrente: Como criar um aplicativo Android.

Essa versão inicial do post tem 10 perguntas e respostas, mas pretendo estar sempre atualizando, colocando novas dúvidas. Portanto, se tem alguma dúvida que não está listado aqui, por favor escreva lá nos comentários.

Boa leitura!

Como criar um aplicativo android

1. Como Criar um Aplicativo Android… Mas primeiro, afinal o que é o Android?

O Android é um software para celulares, tablets e uma gama crescente de dispositivos, abrangendo tudo, desde computação portátil até entretenimento para carros.

Foi lançado em 2003 e é o sistema operacional móvel (SO) mais popular do mundo.

O Android é um projeto de código aberto (liderado pelo Google, mas não pertence a eles) chamado AOSP (Android Open Source Project). O Google usa esse projeto como base para criar sua versão do Android, que é usada pelos outros fabricantes.

2. Quais linguagens posso usar para escrever aplicativos para o Android?

Os aplicativos Android geralmente são escritos em uma linguagem de programação chamada Java. Java é uma linguagem orientada a objetos muito popular.

Se você já trabalhou com outras linguagens orientadas a objetos, como por exemplo, C#, Objective-C ou Ruby, dificilmente vai encontrar dificuldades em aprender Java.

O Google também fornece o NDK (Native Development Kit), que permite aos desenvolvedores, escrever partes importantes de seus aplicativos com linguagens nativas, como C ou C++.

Isso pode ser útil se você precisar reutilizar o código ou bibliotecas nessas linguagens, ou se quiser tentar obter o melhor desempenho possível para seu aplicativo.

Existem algumas ferramentas que permitem escrever aplicativos usando linguagens da web como HTML, CSS e JavaScript.

Com isso, você desenvolve aplicativos que funcionam dentro de algo chamado WebView, o que significa que é uma página da Web, executada dentro de um aplicativo em vez de um navegador.

3. Quanto custa para desenvolver aplicativos para Android?

É totalmente gratuito para começar a desenvolver aplicativos para Android! O SDK do Android inclui um emulador que atua como um dispositivo Android real diretamente no seu computador, portanto, você nem precisa de um telefone ou tablet.

Todas as ferramentas listadas acima são gratuitas, então tudo o que você realmente precisa é um computador, uma conexão à Internet e algum tempo!

Se você desenvolver completamente um aplicativo e, eventualmente, deseja publicá-lo no Google Play, então você precisará pagar uma taxa única de inscrição de $ 25 (dólares).

Mas este valor só precisa ser pago para abrir a sua conta de desenvolvedor, é uma taxa única e sem renovação.

4. Quanto um desenvolvedor Android freelancer pode ganhar de um aplicativo gratuito na Google Play Store?

Concorda que quase todos os aplicativos gratuitos que usamos possuem propagandas? Pois bem, este é o método mais comum de ganhar dinheiro com aplicativos gratuitos.

Os desenvolvedores geralmente ganham entre US$ 0,50 e US$ 5 por cada 1000 visualizações que um anúncio obtém.

Os anúncios geralmente são girados a cada 30 segundos.

O que significa que se um usuário gasta 10 minutos em um aplicativo que tenha anúncios, o desenvolvedor ganha algo entre US$ 0,01 e US$ 0,10.

Então, se o aplicativo tiver 1000 novos downloads todos os dias e cada usuário gasta 10 minutos no aplicativo, em média, o desenvolvedor ganha US$ 10 a US$ 100.

Além disso, se de fato, for um bom aplicativo, serão mais usuários retornando.

5. Quanto eu preciso entender de Java para começar a desenvolver aplicativos para Android?

É recomendável que para iniciar o desenvolvimento de aplicativos Android, você tenha uma compreensão básica de Java e os conceitos de programação orientada a objetos.

Se você já usou Java anteriormente e tem uma compreensão básica sobre a linguagem, você já pode começar a desenvolver.

Se nunca usou o Java, recomendo que leia esse livro digital gratuito aqui, onde você vai aprender o básico da linguagem de programação Java e Orientação a Objetos, além dos conceitos necessários para o desenvolvimento de aplicativos Android!

6. De onde eu começo a desenvolver se eu tiver uma ideia em mente?

Todo aplicativo tem duas características principais, a interface gráfica e a implementação lógica.

Se você já tem uma ideia em mente, então você pode começar a trabalhar com o Android Studio, que é uma ferramenta essencial para criar o seu primeiro aplicativo.

Se tiver alguma dificuldade para instalar e configurar o Android Studio, siga esse guia passo a passo e rapidamente terá um ambiente de desenvolvimento completo e pronto para transformar sua ideia em um aplicativo.

Estando com o Android Studio instalado, você pode seguir as etapas abaixo:

Primeiro, projete as telas do seu aplicativo com base na ideia que você tiver, adicionando os diferentes componentes que você quer que possua (Editar Textos, Botões, Imagens, etc.), a cor de fundo e o conjunto de telas diferentes (Atividades) que deseja que seu aplicativo tenha.

Depois de ter criado a aparência das várias telas e componentes do seu aplicativo, você pode começar a trabalhar na implementação e funcionalidade do aplicativo.

A implementação lógica incluiria a escrita de código para fazer o seu aplicativo fazer algo, por exemplo, quando o usuário clicar em um botão, deve levá-lo da tela atual para outra tela, e assim por diante.

Existem inúmeros recursos e implementações que você pode adicionar e depende inteiramente da ideia que você possui e do tipo de aplicativo que você está desenvolvendo.

Depois de ter adicionado os recursos, e escrito a implementação lógica dele, você terá uma versão básica do seu aplicativo e daí você poderá continuar aprimorando-o conforme desejar.

7. O que é necessário para o desenvolvimento de um aplicativo Android?

Sempre que alguém me pergunta como criar um aplicativo android, listo esses 3 pontos, sendo que o foco principal deve sempre estar no último, mas os 2 primeiros também são essenciais.

– Um computador;
– O Android SDK e um IDE de desenvolvimento (Android Studio ou Eclipse);
– Alguns conhecimentos do processo de desenvolvimento do Android (isto é algo que você pode aprender aqui nessa aula online gratuita).

8. Quero trabalhar como desenvolvedor freelancer, mas onde posso encontrar projetos?

Esta pode ser uma das maiores dificuldades para quem está iniciando, pois é um momento em que o desenvolvedor ainda não tem um portfólio rico e ainda possui poucas referências.

Mas existem sites onde os freelancers se cadastram, listam suas competências e habilidades, e vão em busca de projetos já idealizados por algum empreendedor, mas que ainda não tem quem o desenvolva.

Os freelancers vão mandando propostas, e o cliente escolhe aquele que oferece o melhor custo-benefício.

Conheça alguns desses sites:

http://www.workana.com
http://www.99freelas.com.br
https://www.freelancer.com

9. O mercado costuma dar mais oportunidades a empresas do que a freelancers. Verdade ou mito?

Vai depender muito de quem está contratando (pessoa física ou jurídica) e do tamanho de projeto a ser desenvolvido.

De fato, quando o cliente é pessoa jurídica, isto é, uma empresa, geralmente costumam buscar outras empresas para prestarem o serviço.

Isso porque dependendo do regime tributário em que a empresa que está contratando é enquadrada, poderá precisar que o desenvolvedor emita uma nota fiscal, informando que recebeu uma determinada quantia em troca do serviço de desenvolvimento de aplicativo, por exemplo.

No entanto, isso não significa que o desenvolvedor freelancer não possa se tornar uma pessoa jurídica.

Hoje já existem vários incentivos para que profissionais autônomos possam formalizar-se, pagando uma quantia pequena de tributos.

10. Quais são as tendências para o mercado de desenvolvimento mobile?

O mercado de desenvolvimento mobile, cresce de forma acelerada. Aqui citaremos três tendências deste mercado, para este ano de 2017:

– Maior foco na experiência dos usuários (UX);
– Aplicativos de mensagens estarão em alta;
– Internet das Coisas avançará no mercado de aplicativos.

Espero que essas 10 perguntas e repostas tenham sido de alguma forma, úteis para você que está iniciando no desenvolvimento de aplicativos para Android.

Se tem mais dúvidas de como criar um aplicativo Android, por favor poste nos comentários aqui logo abaixo.

Eu trouxe 10 perguntas nesse artigo, mas quero continuar o atualizando para ter no futuro próximo, 11, 12, 15, 20 perguntas feitas por iniciantes como você, combinado?

Comments