10 dicas rápidas para aprender a programar em pouco tempo, sem desistir

Programação de computadores é uma habilidade que exige dedicação para dominar e tornar-se um profissional.

Nos meus mais de 5 anos ensinando programação na Playcode e em vários outras instituições de ensino, vi muita gente aprender programação começando do zero, mas vi também muita gente desistindo no meio do caminho.

Confira nesse post 10 dicas rápidas, que, se seguidas a risca, com certeza ajudarão você a aprender programação e se tornar um programador profissional em pouco tempo, sem desistir no meio do caminho.

Dica #1: Pratique pelo menos 25 minutos todos os dias

Mesmo que você seja um mega empresário como o Flávio Augusto, definitivamente você consegue separar 25 minutos para escrever código todos os dias.

Pode ser antes de sair de casa para o trabalho, depois do almoço ou antes de dormir, mas tem que ser todos os dias.

Você não vai se tornar um programador profissional escrevendo código só nos finais de semana. Programar precisa virar um hábito.

Dica #2: Estude com conteúdo estruturado

Pare de assistir apenas vídeos aleatórios no Youtube e achar que algum dia vai se tornar um programador.

Além da prática diária da programação, é importante que você tenha um bom conteúdo para acompanhar, seja um livro, curso ou faculdade.

Dica #3: Não tenha medo de errar

Errar faz parte do dia a dia do programador. Eu sou programador há mais de 10 anos, e todos os dias cometo erros.

Só cometo erros porque estou programando, e a cada dia aprendo algo novo com esses erros.

Se você não está errando, provavelmente não está programando.

Dica #4: Não se limite ao que é ensinado em cursos e livros

Não seja apenas um papagaio do código.

Seguir tutoriais de cursos e livros é importante, porém, mais importante do que isso, é você sair da zona de conforto e fazer alterações no código desses tutoriais, escrevendo seu próprio código.

Essa é uma boa forma de saber se entendeu os conceitos e técnicas ensinadas.

Dica #5: Converse com outros programadores

Vá a eventos e conheça outros programadores.

É uma forma de fazer networking e ficar por dentro do mercado. Sempre que vou a eventos, descubro oportunidades de emprego em 3, 4 empresas diferentes.

Dica #6: Tenha um mentor

Ter um programador experiente para dar dicas e ajudar você nas dificuldades é sem dúvidas uma das coisas mais importantes para programadores iniciantes.

É um grande atalho para o aprendizado de técnicas e macetes que você não encontra em nenhum livro ou faculdade.

Eu particularmente tive vários mentores no início de carreira e hoje tenho orgulho de ser mentor de várias pessoas no Playcode Makers, nosso grupo fechado de mentoria e desenvolvimento de projetos.

Dica #7: Crie um projeto que você tenha orgulho

Já falei muito lá no Youtube sobre a importância de ter um side project, mas não custa repetir: a melhor forma de aprender a programar é desenvolvendo projetos!

Se não tem estágio ou emprego para desenvolver projetos para outras empresas, comece a desenvolver os próprios projetos.

É um ótima forma de testar técnicas e ao mesmo tempo, criar um portfólio.

Dica #8: Não tenha medo de mudar de caminho

Algumas pessoas acham que só porque aprenderam C++ na faculdade, elas obrigatoriamente precisam arrumar um emprego de C++, trabalhar a vida inteira com C++ e se aposentar programando em C++.

Não é bem assim que funciona.

Você precisa estar aberto a mudanças.

Mudança de linguagem de programação, área de atuação e até mesmo mudança de cidade ou país.

Dica #9: Seja pago para continuar aprendendo

Depois que você já está programando todos os dias e já desenvolveu seus side projects, é importante que comece a ser pago pelos seus trabalhos de programador, mesmo que seja um valor baixo no início, como estagiário ou freelancer.

O que diferencia um programador profissional de um hobbysta, é estar sendo pago para programar.

Dica #10: Não dê ouvidos aos programadores frustrados

Já convivi com muitos programadores apaixonados pelo trabalho e também com programadores frustrados, que só escolheram a profissão para arrumar um emprego.

E veja você, todos os programadores de sucesso que conheço, que ganham excelentes salários, são exatamente os apaixonados, e não os frustrados.

E você, já aprendeu a programar? Tem alguma dica adicional para quem está começando?

Se ainda não aprendeu, ou ainda não se sente seguro para desenvolver projetos reais, convido você para acessar esse link aqui e conhecer o Playcode Makers, nosso grupo fechado de mentoria e desenvolvimento de projetos de software.

You might also like More from author

Comments