Playcode Makers

Descubra como conseguir experiência prática e portfólio mesmo sendo um programador iniciante sem estágio ou emprego.

Playcode Makers é para você que está na faculdade de tecnologia e não aguenta mais tanta teoria e exercícios rasos que não te ajudam a criar algo concreto.

É para você que estuda com frequência outros conteúdos além dos ensinados na faculdade de tecnologia, mas mesmo assim ainda não se sente seguro para pegar trabalhos como freelancer ou participar de processos seletivos para arrumar um emprego ou estágio.

Playcode Makers também é para você autodidata que está estudando programação sozinho com vídeos no Youtube, mas não sabe muito bem a melhor forma de usar aquela avalanche de informação totalmente desconexa e sem um objetivo claro.

Se identificou com algum desses casos?

Continue lendo para entender melhor o que é o Playcode Makers e como ele pode ajudar a levar a sua carreira em tecnologia para o próximo nível.

Antes de entrar em detalhes sobre o Playcode Makers, eu gostaria de me apresentar rapidamente, para que você entenda como minha experiência profissional de mais de 15 anos em tecnologia da informação moldou esse programa de treinamento elogiado por mais de 1800 alunos em todo Brasil.

O Criador do Playcode Makers

Meu nome é Harlley Oliveira, apaixonado por tecnologia e programador desde 2002. No decorrer da minha carreira participei de grandes projetos desenvolvendo softwares usados em empresas como a Oi, Tim, Seven Boys, Receita Federal, Tesouro Nacional e algumas startups.

Sou graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e pós-graduado em Design de Interação. Já ministrei vários cursos, treinamentos e palestras em instituições como Serpro, Beved, e-Genial, PUC-Minas, SEED-MG, UAITEC, Una, Anhanguera e Cotemig.

Apesar de hoje eu ser um programador profissional com mais de uma década de experiência desenvolvendo software para grandes empresas, nem sempre foi assim…

No início de carreira, quando comecei a estudar programação durante o período de faculdade, algumas coisas sempre me deixavam frustrado e eu percebia que o mesmo acontecia com colegas de turma.

A gente sempre aprendia o básico das tecnologias, mas nunca conseguia ir além disso, criando algo que podia mostrar para os outros e que tínhamos orgulho de ter feito.

Eu tinha a impressão de estar estudando muito, mas parecia que não saía do lugar.

Naquela época eu sonhava em trabalhar para alguma empresa, mas sempre esbarrava no problema da falta de experiência ou de um portfolio, para mostrar para o recrutador o que eu já tinha criado com todas aquelas teorias que tinha aprendido na faculdade.

Depois de muita pancada e anos quebrando a cara, eu descobri algo que naquela época já era assim, e hoje em dia é ainda mais evidente.

As empresas mais legais para se trabalhar não se contentam apenas com diplomas e currículos. Ter algo para mostrar, código real, é fundamental.

Mas as faculdades preparam os estudantes para serem esses profissionais que as empresas procuram?

Boa pergunta! Continue lendo para descobrir a resposta…

Faculdades e o Mercado de Trabalho

Imagine um quebra-cabeças com centenas de peças.

Essas peças são os conteúdos ensinados na faculdade.

Perceba que uma peça sozinha não serve para nada. Ela só tem utilidade se houver outras peças,  e principalmente, se essas peças se encaixarem e formarem uma bonita imagem no final.

Uso essa analogia para você entender que a maioria das faculdades e cursos por aí estão esquecendo da imagem do quebra cabeças e estão focando apenas nas peças isoladas. Focando em conhecimentos soltos, que fora de contexto não servem para nada.

Você conclui uma disciplina ou curso sabendo todas as principais tags html e atributos css por exemplo, mas não sabe juntar aquilo tudo, para criar um site completo, que você tem orgulho de ter criado e pode vender para empresas.

Mas as faculdades e cursos fazem isso por mal?

Nem sempre.

Muitas vezes isso acontece porque os professores desses cursos e faculdades são apenas isso, professores.

Simplesmente professores que dão aulas presencialmente ou online para dezenas, às vezes centenas de alunos.

Para isso, eles leem a bibliografia indicada pela faculdade e preparam as aulas.

Eu já dei aulas em faculdades e colégios e sei muito bem como tudo funciona.

Existe um conteúdo definido pela faculdade e MEC, com algumas bibliografias indicadas (livros), e o professor precisa passar esse conteúdo e aplicar provas em um determinado espaço de tempo. É uma correria louca, você nem imagina!

Se o professor não é um programador ativo no mercado, ele precisa estudar, para depois ensinar. Engraçado isso né?

E veja você!

É muito raro ter professores que também são programadores no dia a dia. O mais comum é seguir a carreira de programador ou largar essa carreira e iniciar um carreira de professor.

Portanto, esse abismo entre faculdades e mercado de trabalho, principalmente em cursos de tecnologia, ainda é um grande problema.

E qual a solução?

Largar a faculdade? Parar de assistir vídeos no Youtube?

Não precisa ser radical!

Mas é importante que você tenha a consciência que somente frequentar uma faculdade de ciência da computação, ou só assistir vídeos no Youtube, definitivamente não vai te levar a lugar nenhum.

Sei que essa afirmação é desanimadora, mas é pura verdade.

Eu trabalho há mais de 10 anos com desenvolvimento de software. Já fui estagiário, freelancer, empregador, empregado e supervisor de estágio.

Já tive muito contato com programadores, sejam colegas de trabalho, funcionários ou estagiários.

Os melhores programadores profissionais, sem excessão, sempre eram os que estudavam além do que era ensinado nas faculdades, e principalmente, colocavam a mão na massa e iam aprendendo enquanto estavam escrevendo código, muito código.

É muito importante que você se mantenha ativo, escrevendo código regularmente. Mas não somente código bobo, fora de contexto. E sim projetos completos, que tenham alguma utilidade.

Se o seu desejo é aprender a criar sites profissionais por exemplo, você não deve focar em estudar HTML e CSS. Você deve focar 100% na criação sites, vários sites, dezenas de sites.

Resumindo esse exemplo anterior: Você não deveria se preocupar em estudar HTML e CSS, para depois criar sites. Você deveria primeiro começar a criar sites, e ir aprendendo HTML e CSS enquanto cria os sites.

Mas como conseguir criar projetos completos, sem estar fazendo estágio em uma empresa, sem ter uma pessoa mais experiente para te ajudar nas dificuldades?

Participando do Playcode Makers

Playcode Makers não é só mais um curso como os outros vários cursos tradicionais que tem por aí.

O que é o Playcode Makers então?

Playcode Makers é um programa de treinamento completo, que vai te capacitar a transformar ideias em softwares rodando, resolvendo problemas reais, prontos para serem usados pelas pessoas.

O Playcode Makers é formado de temporadas.

Na primeira temporada você vai criar projetos usando HTML e CSS (As famosas tecnologias de Front-end), que nos ajudam a criar sites profissionais e interfaces para sistemas web e aplicativos também.

São vários projetos, começando pelos mais simples e depois evoluindo para projetos mais complexos, chegando a criar sites, sistemas e aplicativos completos.

Na segunda temporada você vai aprender Javascript de verdade, para deixar as interfaces dos seus sistemas mais interativas e dinâmicas.

Na terceira temporada você vai aprender como conectar a interface dos sistemas a um banco de dados e assim entender o ciclo completo de desenvolvimento de software, do início ao fim. Tudo é claro, desenvolvendo projetos reais, com código de verdade.

Mas mesmo com pouco tempo para estudar, eu posso participar?

Sim, porque eu não libero todos os projetos de uma única vez, para evitar que você fique perdido com tanto trabalho e acabe desistindo.

Esses projetos são liberados de forma gradativa através de tarefas semanais.

Toda semana eu libero um vídeo explicando o que você deve fazer. Você terá alguns dias, incluindo finais de semana, para resolver tal problema.

Darei várias dicas e referências que poderão ajudar em tal desafio. Funciona como se fosse um “estágio” virtual, onde eu serei o seu mentor.

É muito importante que você realmente se comprometa a tentar resolver os projetos sozinho, pois faz parte da metodologia de ensino da Playcode, que já foi testada em mais de 1.800 alunos.

Se precisar de ajuda, basta entrar em contato comigo através do grupo secreto que todos os Makers tem acesso.

Depois de alguns dias eu vou liberar outro vídeo com a solução passo a passo do problema, e sempre ensinarei novas técnicas e teorias importantes quando necessário.

Você vai literalmente aprender fazendo. Aprender escrevendo código. Aprender na prática.

Playcode Makers é isso:

Problemas e soluções para você toda semana, e um apoio exclusivo através do grupo fechado com colegas Makers, pessoas que não ficam só estudando, mas sim praticando e escrevendo código de verdade.

No final de toda temporada, você terá criado vários projetos, e o mais importante, terá um portfolio completo para te ajudar a conseguir emprego, trabalhos como freelancer ou até mesmo criar o seu próprio negócio.

Gostou?

Continue lendo para descobrir o que você precisa fazer para se tornar um Maker, membro dessa fantástica comunidade de programadores chamada Playcode Makers.

Playcode Makers é gratuito?

Apesar de ser uma empresa, e não um hobby, a Playcode oferece muito conteúdo gratuito através do blog e do canal do Youtube, e vamos continuar oferecendo sempre.

Porém precisamos cobrar por certos conteúdos, para que a empresa se mantenha saudável financeiramente e continue existindo por várias anos, criando cada vez mais conteúdo gratuito e conteúdo pago também.

Só assim a roda pode continuar girando.

Esse é o nosso modelo de negócios, pois não temos nenhum patrocinador e seria totalmente inviável manter a empresa com os centavos vindos de anúncios no Google Adsense.

Toda semana, eu me dedico por no mínimo 6 horas criando conteúdo exclusivo para o Playcode Makers, sem contar as horas de suporte e ajuda aos Makers lá no grupo secreto.

Se eu considerar minha hora de consultoria, R$ 250,00, o custo dessa dedicação daria R$ 1.500,00 por semana e R$ 6.000,00 por mês.

Mas o Playcode Makers custa isso tudo?

Se minha dedicação fosse exclusiva, 6 horas semanais com cada aluno separadamente no Skype, seria esse valor sim.

Mas felizmente nós temos a internet e uma ferramenta fundamental chamada vídeo.

Essa tecnologia permite que eu esteja com várias pessoas ao mesmo tempo (entre aspas né), e possibilita uma diluição considerável dos custos.

Portanto se eu dividir esses R$ 6.000,00 por 20 alunos, daria um valor mensal de R$ 300,00. Um valor muito mais acessível que R$ 6.000,00 e muito mais barato que uma faculdade por exemplo.

Mas você não vai precisar pagar R$ 300,00 por mês para fazer parte do Playcode Makers. E nem R$ 200,00…

Na verdade será menos da metade disso.

Hoje, você poderá se inscrever no Playcode Makers por apenas R$ 97,00 mensais.

1 ano inteiro de acesso a todos os projetos e minha mentoria exclusiva, pagando apenas 12 x R$ 97 no cartão de crédito ou R$ 997 à vista com desconto.

Para garantir uma das poucas vagas ainda disponíveis, clique nesse link aqui e faça sua inscrição agora mesmo.

Lembrando que temos garantia incondicional de 30 dias. Se por qualquer motivo você não gostar do Playcode Makers, você tem 30 dias para pedir o seu dinheiro de volta, de forma integral, sem burocracia ou dor de cabeça.

Se ainda não está convencido que o Playcode Makers é para você, confira abaixo a lista de benefícios que você terá direito caso faça sua inscrição ainda hoje.

Benefícios do Playcode Makers

1. Treinamento 100% online

Você não precisa se deslocar para outra cidade para participar do Playcode Makers. O treinamento é 100% online. Tudo que você precisa para participar é um computador conectado à internet. Depois que confirmar o pagamento, você receberá no seu email uma senha para acessar a nossa plataforma de ensino, onde terá acesso à todos os vídeos.

2. Um desafio novo toda semana

Esse é o principal diferencial do Playcode Makers, que funciona muito bem por simular o cotidiano de um programador profissional. Toda semana liberamos um novo projeto para você criar seguindo as minhas instruções. Junto com esse desafio terá conteúdo e dicas importantes para você concluir o projeto e aprender muito durante todo o processo.

3. Grupo secreto no WhatsApp

Caso tenha qualquer dificuldade para desenvolver o projeto, você conta com minha ajuda e de outros colegas Makers no nosso grupo secreto. Você nunca estará sozinho.

4. Solução passo a passo toda semana

Depois de concluir o projeto, você terá acesso a vídeos comigo mostrando a tela do meu computador e mostrando passo a passo como eu resolvi determinado problema. É nesse ponto que você vai aprender todas as técnicas que aprendi nesses mais de 10 anos programando. Isso não existe em lugar nenhum.

5. Portfólio

No final de cada temporada, você terá criado vários projetos, e mais importante, terá um portfólio completo, para te ajudar a conseguir emprego e trabalhos como freelancer. Você vai deixar de ser aquele programador que só estuda e nunca tem código para mostrar.

6. Curso Playcode Express (R$ 399)

Caso você seja totalmente iniciante, e não conheça os principais fundamentos de lógica de programação, não tem problema. Você terá acesso gratuito ao Playcode Express, um curso completo de lógica, que vai te ensinar todos os fundamentos necessários para você criar os projetos do Playcode Makers.

7. Curso Playcode SQL (R$ 147)

Se você não faz ideia do que seja um banco de dados, também não tem problema. Você vai receber acesso gratuito ao Playcode SQL, um curso completo de banco de dados, ensinando os principais fundamentos.

8. Garantia incondicional de 30 dias

Aqui na Playcode, o nosso maior tesouro é a satisfação dos nossos clientes. Não achamos justo cobrar por um serviço que o cliente não gostou. Por isso você tem 30 dias para testar o Playcode Makers, e se não gostar, basta pedir seu dinheiro de volta, sem burocracia ou dor de cabeça, simples assim.

9. Bônus Especial e Extremamente Limitado

Tenho um bônus especial, que acredito que vale mais do que o próprio Playcode Makers e todos os outros cursos.

Você poderá trazer projetos externos para dentro do Playcode Makers.

Isso mesmo que você leu!

Você poderá trazer projetos pessoais, ou até mesmo trabalhos que você pegou como freelancer.

Com esse bônus eu vou te ajudar a planejar o seu projeto e definir tarefas e datas de execução. Você poderá até mesmo conseguir pessoas para a sua equipe dentro do Playcode Makers.

Essa é definitivamente a solução para o seu medo de pegar projetos, por achar que não dá conta de entregar porque não tem alguém experiente ao seu lado para te ajudar.

Mas atenção, esse bônus é limitado e é válido somente para as primeiras 20 pessoas que confirmarem a inscrição.

Considerando esse preço especial de apenas R$ 97 por mês, eu tenho certeza que esse bônus vai se esgotar rapidamente.

Se você não quer perder esse bônus exclusivo e limitado, clique agora nesse link aqui e faça agora mesmo sua inscrição.

Agora é com você...

Bem é isso aí.

Agora você tem 2 opções:

Opção 1

Continuar limitando o seu progresso profissional, estudando apenas conteúdo fora de contexto, como os ensinados em faculdades e cursos que tem por aí. E com isso, não se sentir seguro para pegar projetos como freelancer ou até mesmo participar de processo seletivos de emprego.

Ou opção 2

Se inscrever no Playcode Makers, com um valor de 1/10 de uma faculdade mediana, e com isso começar a criar projetos reais, escrevendo código de forma regular, e dessa forma construir seu portfolio e ter segurança para pegar projetos reais.

Agora só depende de você.

Se escolher a opção mais inteligente, basta clicar nesse link aqui e concluir a sua inscrição.

Lembrando que esse valor é totalmente reembolsável dentro de 30 dias.

Você só continua se realmente gostar do Playcode Makers.

Seu risco é absolutamente zero, você não tem nada a perder, mas tem tudo a ganhar.

Te vejo lá do outro lado, dentro do Playcode Makers!

Grande abraço e TCHAU.