Segurança da Informação: Um Guia para Iniciantes

Se interessa por Segurança da Informação? Confira esse guia para entender melhor como funciona essa área e descobrir as muitas oportunidades de carreira com ótimos salários.

Em um dia aparentemente comum, um vírus letal que se replica com facilidade em contato com seu hospedeiro se espalha e faz muitas vítimas.

Ainda não se sabe como barrar esse vírus, mas especialistas estão buscando formas de acabar com esses ataques.

Parece roteiro de filme de epidemia biológica, não é? Nesse caso os hospedeiros são as máquinas e os especialistas, a comunidade de ethical hackers.

ethical hackers

Hackers – no sentido pejorativo da palavra – podem se aperfeiçoar cada vez mais para obter vantagens em cima das vulnerabilidades de segurança dos usuários comuns, empresas e governos.

A partir de um simples clique, começa literalmente uma jornada para tentar reparar os danos e recuperar informações perdidas.

Podemos até conseguir sobreviver no mundo web sem nenhuma preocupação com segurança da informação, na realidade, é isso o que acontece em alguns setores como o das pequenas e médias empresas e dos usuários comuns, mas em algum momento podemos ser pegos de surpresa e os prejuízos podem ser maiores do que se tivéssemos investido em segurança.

Por isso, os profissionais e prestadores de serviços em segurança da informação estão sendo cada vez mais procurados.

Investir em segurança da informação é tão importante quanto criar informação, é estratégico para qualquer organização e usuários como qualquer um de nós!

Mas e você, está certo que sabe mesmo o que é segurança da informação? Neste texto vamos esclarecer essa dúvida de maneira abrangente, e ainda falar sobre a carreira profissional nesta área tão promissora.

Afinal, o que é segurança da informação?

A informação é um bem valioso para indivíduos e organizações e por isso precisa ser protegida das ameaças para que se mantenham seguras, acessíveis e inalteradas para o uso de seus proprietários.

A segurança da informação trata justamente da proteção da informação contra as ameaças que podem causar incidentes indesejados, a partir das vulnerabilidades de um ambiente.

Não podemos falar de segurança da informação sem mencionar seus atributos. Esses são os atributos que devem ser protegidos para que os objetivos da segurança sejam alcançados:

  • Disponibilidade: a informação deve estar acessível e utilizável quando solicitada por um usuário autorizado;
  • Confidencialidade: a informação não deve estar disponível para pessoas não autorizadas;
  • Integridade: a informação deve manter o conteúdo exato estabelecido por seu proprietário;
  • Autenticidade: garantir a autenticidade da origem da informação;
  • Não repúdio: a origem da informação deve ser confiável, apesar da tentativa de negação de autoria.

Quando pessoas não autorizadas conseguem ter acesso às suas informações pessoais e às informações sensíveis do seu negócio, elas podem manipular e usar esses dados contra você.

O recente ataque do ransomware WannaCry fez refém mais de 300 mil máquinas, em 150 países e causou um prejuízo estimado na escala de bilhões de dólares.

O sequestro de informações paralisou diversas empresas, pois os atributos da segurança da informação foram quebrados: a confidencialidade foi violada, as informações foram criptografadas e se tornaram indisponíveis aos próprios proprietários da informação

Outro grande exemplo de incidente que pode ter comprometido a integridade, a confidencialidade e autenticidade da informação ocorreu no sistema eleitoral americano.

Acredita-se que a invasão orquestrado por hackers russos nos computadores do sistema eleitoral em 39 Estados, pode ter interferido no resultado das eleições americanas, já que foi constatada a tentativa de apagar e alterar dados da votação.

Isso coloca em dúvida a integridade do resultado das eleições, uma vez que os dados que deveriam ser confidenciais foram acessados e possivelmente alterados.

Clique na imagem acima para participar do Workshop Gratuito de Técnicas de Invasão.

Esses ataques repercutiram internacionalmente e carregam uma mensagem muito importante: ninguém está tão seguro quanto pensa.

Se até mesmo grandes corporações e governos que investem em cibersegurança podem ser atacados desta forma, como podemos nos proteger?

Na verdade, nunca estaremos 100% seguros contra as ameaças e livres de vulnerabilidades, é por isso que os profissionais da segurança da informação são tão importantes.

Carreira em segurança da informação

Nenhuma organização deseja ter seus dados sequestrados, modificados e expostos por hackers mal-intencionados. Os danos desses ataques podem causar perdas financeiras e comprometer o funcionamento e a imagem da empresa.

Os casos citados acima colocam em evidência a existência de falhas sistemáticas nos ambientes de acesso, ou mesmo no comportamento dos usuários, e os crackers irão aproveitar essas brechas para obter alguma vantagem.

É por isso que bons profissionais dessa área são disputados e pagam-se ótimos salários aqueles que dominam as técnicas de defesa e proteção das informações.

Uma pesquisa rápida sobre o assunto, mostra quão recompensadora essa área pode ser para os profissionais. Segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego, em 2014, existiam mais de 14 mil pessoas trabalhando como técnicos de sistemas de segurança, com salários que variavam de R$1500 à R$8.500 por mês.

Outras fontes indicam que a remuneração média inicial no segmento é de R$ 4 mil e pode chegar a R$ 40 mil em cargos de alto escalão.

Fazendo uma busca rápida no Linkedin, com a palavra-chave “segurança da informação”, encontramos mais de 300 resultados de vagas para profissionais que dominem as técnicas dessa área de atuação.

Esse é um campo com ótimas oportunidades de trabalho e que tende a crescer junto com a previsão de que os ataques cibernéticas irão aumentar a cada ano.

Segundo uma pesquisa da Robert Half, empresa de recrutamento especializado, 83% dos CIOs têm interesse em fazer novas contratações e de manter os cargos existentes em segurança da informação.

Antes de começar a estudar tudo o que houver sobre segurança da informação, essa mesma pesquisa dá uma luz sobre as demandas do mercado, o que pode ajudar você a escolher uma área de especialização nesse campo tão vasto.

As habilidades mais demandadas nessa área são: auditoria de TI; segurança em nuvem; aplicações; segurança de TI; e teste de invasão. E as habilidades mais difíceis de encontrar são: auditoria de TI, segurança em nuvem, arquitetura de segurança, inteligência de segurança; e segurança de TI (IAM, SIEM/SOC, DLP, Malware protection).

Analista de Segurança da Informação
Clique na imagem acima para participar do Workshop Gratuito de Técnicas de Invasão.

Além de ter as certificações específicas relacionada a sua atuação (vide as recomendações do DSIC – Departamento de Segurança da Informação e Comunicações, para ser bem-sucedido nessa área, você precisa:

  • ter bons conhecimentos técnicos sobre o ambiente que você pretende defender. Conheça esse ambiente de frente para trás e de trás para frente;
  • saber como atacar esse ambiente, já que para se proteger você precisa conhecer a mentalidade aplicada na invasão;
  • conseguir identificar vulnerabilidades e ameaças à segurança da informação;
  • saber reagir às situações que ameaçam a segurança;
  • se atualizar constantemente sobre as novas ameaças desse ambiente;
  • ter capacidade criativa e investigativa; e
  • ter comprometimento ético, pois você terá acesso a informações preciosas para a empresa.

Surpreendentemente, ao mesmo tempo em que há uma grande demanda por esses profissionais, quem contrata afirma que há escassez de trabalhadores de fato qualificados em segurança da informação.

Isso se deve a uma deficiência na formação técnica dos estudantes. As empresas requerem profissionais que já estejam preparados para resolver os problemas de determinado ambiente.

As universidades e os cursos em geral estão deixando lacunas na formação dos estudantes. Tanto é, que essa também é uma das maiores queixas daqueles que procuram formação na área de segurança da informação.

Ainda há poucas universidades com esse tipo de curso, para além das certificações mais generalistas da área, que possibilitem ao aluno conhecer a fundo as técnicas de proteção, defesa e ataque, tão necessárias para atender as demandas das empresas, nos diferentes ambientes de acesso.

A tendência de informatização de processos e serviços para ambientes virtuais vem acompanhada, inevitavelmente, de problemas de vulnerabilidade, que como vimos podem ser utilizados por hackers.

Ao mesmo tempo, abre portas para bons profissionais crescerem na área, ainda mais em um atual contexto de escassez de trabalhadores qualificados para esses serviços.

Aqueles que dominarem as habilidades requeridas pelas empresas, certamente terão uma ótima recepção do mercado de trabalho.

Se quiser dar o primeiro passo para se especializar em segurança da informação, convido você para participar do 1º Workshop do Técnicas de Invasão.

É um evento 100% online e 100% gratuito que vai mostrar como cibercriminosos se aproveitam de vulnerabilidades em redes, aplicações WEB e infraestruturas físicas para ganhar acesso a informações sigilosas.

Para participar, basta clicar aqui e inscrever-se gratuitamente!

You might also like More from author

Comments